1. Uma Intensa Relação entre Primos


    Encontro: 06/06/2021, Categorias: Ninfeta, brincadeira, Oral descobertas, Incesto Irmãos, Teem, Heterossexual Autor: Matheusão, Fonte: CasadosContos

    Aqui começo a contar como uma grande amizade entre primos chegou onde chegou. Do quarteto eu era o mais paradão e um verdadeiro babaca diante dos acontecimentos. Mas aprendi e depois me dei bem. Espero que curtam os relatos que contam essa trajetória de prazer em que nos envolvemos mutuamente naquele sítio.
    
    Muitos são privilegiados com uma infância maravilhosa e cheia de surpresas inesperadas que muitos sonham em ter e ficam na saudade. Também ser adolescente é uma fase complicada e cheia de mistérios onde queremos aprender de tudo, fazer tudo o que é proibido e quando temos oportunidades e surge o momento certo temos que aproveitar. O que eu quero dizer é que as vezes vamos além do que é permitido em uma família correta e cheia de regras para manter essa tradição para frente e aproveitarmos do desejo e do tesão que nossos hormônios nos presenteam nessa fase.
    
    Eu me chamo Matheus mas me chamam de Matheusão. Na época era aquele garoto meio quieto, na minha e sempre descobrindo o proibido com meu primo Pedro que era chamado de Pedrão por ser mais alto. Não era aquele adolescente sarado, mas por morar na capital era mais descolado e se dava bem com as garotas. Nessa época eu tinha quinze anos quase dezesseis e meu primo dezessete. Éramos muito amigo e não tínhamos segredos e sempre contávamos um para o outro nossas
    
    experiências e sempre ficava com inveja dele. Mas o gostoso é que tínhamos irmãs e tanto ele como eu tinha uma relação aberta e uma amizade forte com elas. Minha irmã Cristina era mais velha e já ia fazer dezessete enquanto minha prima Fabiana também tinha dezesseis. Minha irmã em relação a minha prima era também bem descolada em minha escola e eu sabia que ela não era mais virgem porque quando arrumou seu primeiro namorado ele conseguiu tirar seu cabacinho e depois de um tempo deu um pé na bunda dela. Na época foi um back pra ela, mas eu dei o maior apoio e meu primo também indo um pouco além nesse apoio moral. E meus primos também já tinham tido sua primeira vez e o cabaço do quarteto era eu. Me dava bem com as meninas, mas era muito inseguro para forçar a situação e conseguir algo a mais e o máximo era a mão na bunda e um leve toque nos peitinhos por cima da roupa. Mas enfim era feliz e depois do que vou relatar fiquei mais ainda.
    
    Meus pais eram caseiros em um sítio no interior de SP, mas não interiorsão! A uns cento e cinquenta km da capital. E com o tempo eles conquistaram a confiança dos patrões e assim tinham algumas regalias. O sítio tinha um pomar, horta, piscina, área de churrasco e assim por diante. E nos finais de semana em que eles não apareciam podíamos usar a piscina sem restrições nenhuma. Tínhamos internet em nossa casa e em uma troca de computador o patrão de meu pai deu o velho para nós nos conectando com o mundo virtual e assim falávamos muito com nossos primos por chamadas de vídeo. E o mais gostoso era a noite onde podia ver minha prima de camisola ou pijama que as vezes não colocava sutiã e podia ver seus ...
«1234...11»