1. [Gay] Coroa gringo do ginasio me come no banheiro.


    Encontro: 10/06/2021, Categorias: Gay / Homossexual Autor: teenmystery, Fonte: ContoErotico

    Venho hoje contar pra vocês um conto que rolou alguns anos atrás. Quando eu vim prá Uni eu decidi começar a malhas num ginásio não muito longe de casa. Quase todos os dias eu acabava por passar lá, levantar uns pesos, tomar um banho e sair. Apesar de todo mundo entrar e sair a qualquer hora era meio que tradição a galera ir lá as 5 da tarde e todo mudo voltar pra casa umas 6 e meia da tarde. Não só era legal porque você acabava por conhecer uma galera de lá mas também porque você acabava por tomar banho junto de um monte de macho e se deliciava em segredo vendo eles se ensaboando.
    
    Depois de uns meses lá, certo dia eu decidi ir no banheiro no meio do treino. Entrei no banheiro e ouvi logo uns grunhidos de uma voz grossa vindo de uma divisória. Não liguei muito porque aliás era um banheiro e também não estava fedendo mas me apercebi que alguém estava la. Entrei na divisória do lado, puxei minhas calças para baixo e me sentei um pouco. Por debaixo do banheiro eu vi o cara do outro lado abanando o pé. De inicio achei estranho mas me lembrei de algo que li na Internet onde falava que era um costume para a galera transar em banheiro. Um pouco nervoso decidi tentar e abanei o meu, ele bateu o pé um pouco e eu tambem bati o meu, ele moveu o pé um pouco na minha direção e eu na dele e foi ai que o cara se ajoelhou e por baixo da divisória surgiu um pauzão grosso. Não era muito grande, era um tamanho médio, mas era bem grosso e estava bem virado para mim. Eu me ajoelhei e nervosamente agarrei aquele pau com a minha mão e comecei a punhetar levemente, o cara começou a movimentar a anca levemente até que eu decidi cair de boca e começar chupando. O cara zurrou e começou a gemer como antes. Aquele pau enchia minha boca e eu tentava chupar enquanto ele continuava gemendo.
    
    Tirei o pau da boca e tentei puxar ele um pouco mais pra mim, com dificuldade ele se aproximou e eu tentei sentar na pica dele com pouco sucesso e alguma dificuldade. Ele acabou puxando minha anca e tentou me fuder por debaixo da divisória so que quando ele ia meter alguem abriu a porta do banheiro. Nos soltamos e tentamos lentamente nos afastar de volta para as nossas partes do banheiro. Quando o visitante sair, o cara da outra divisória puxou as calças para cima, puxou a descarga e saiu da sua divisória. Inicialmente bateu uma tristeza de não ter sido fudido mas de repente oiço um bater na porta. Eu me pergunto a mim mesmo se devia abrir ou não mas decidi ir pelo "foda-se" e abri a porta devagar. O cara entrou na minha divisória e foi ai que vi ele.
    
    O cara que eu estava chupando era um coroa que todo mundo tratava por Sam que frequentava o ginásio. Sam era um cara que veio dos Estados Unidos quando era jovem e ficou a viver cá desde que era jovem. Ele se casou e tinha uma esposa. Sam é um cara meio gordinho mas malhado. Tem um biceps definidos mas tem um barriga de cerveja. O cara tem uns braços e pernas definidos e com bastante pelo, tal como em seu peito e virilha. Sam é um cara ...
«123»