1. O CÚ DA UNIVERSITÁRIA NA CASA DO EX DELA


    Encontro: 10/06/2021, Categorias: Feet lover, Feet licking, Feet worship, Feet fetish, Foot lover, Foot licking, Foot worship, foot fetish, Oral Anal Podolatria, pés, Heterossexual Autor: Sommelier de solas, Fonte: CasadosContos

    APÓS COMER O CÚ DELA, ELA ME LIGOU, DISSE QUE TINHA GOSTADO DE DAR O CÚ, E QUE SE EU QUISESSE ME DARIA SEMPRE. FICOU COMBINADO. TODAS VEZ QUE SAISSIMOS ROLARIA CÚ. GOSTEI DO COMBINADO. KKKK. E ASSIM, NOSSOS ENCONTROS CONTINUAVAM SEMANAIS. NOS ENCONTRAVAMOS NO COMEÇO DA SEMANA, E NO FINAL DA SEMANA IAMOS NOS FALANDO PARA MARCAR O PROXIMO. ASSIM FOI, E ELA ME CHAMOU NO ZAP. DISSE QUE OS EX IA VIAJAR PARA TRABALHAR. E QUERIA ME DAR A BUNDA NA CAMA DO EX. ELE FOI ESCROTO COM ELA, ERAM AMIGOS, MAS ELA NÃO PERDOAVA ELE. MAS MANTINHAM CONTATO. ELE TINHA PEDIDO PARA ELA IR LA REGAR AS PLANTAS. E A MINHA PATRICINHA ACHOU QUE MAIS VINGANÇA QUE DAR O CABAÇO DO CÚ PRA MIM, SERIA DAR O CÚ PRA MIM NA CAMA DE QUEM MAIS DESEJAVA O CÚ DELA. CLARO QUE CONCORDEI. KKK. MARCAMOS UM SÁBADO E FUI PRA CASA DO EX DELA. O TESÃO ERA GRANDE E NÃO DAVA PARA ESPERAR ATÉ SEGUNDA KKKK EU TAVA COMENDO O CÚ DELA TODA VEZ QUE SAIA. MAS ESSA SERIA TÃO ESPECIAL QUANTO A PRIMEIRA VEZ. EU CHEGUEI NO COMEÇO DA TARDE, E ELA ME ESPERAVA. HAVIA ACORDADO A POUCO. EU SENTEI NA SALA. TINHA UM SOFÁ RETRÁTIL. ELA SENTOU NO CHÃO E COMEÇOU O RITUAL. TIROU MEUS SAPATOS, PASSOU O LENÇO UMEDECIDO. ALISOU MINHAS SOLAS, MASSAGEAVA, CONVERSAVA, DAVA A ULTIMA CHECADA NAS MENSAGENS DAS AMIGAS E CAIU DE BOCA NO MEU PÉ. EU TAVA SENTADO INCLINADO NO SOFÁ, ELA SENTADA DE PERNAS CRUZADAS NO CHÃO. ELA LAMBIA A MINHA SOLA COMO BEIJO DE LINGUA, EU PEDIA LAMBIDÃO E ELA LAMBIA TUDO. SEMPRE FEZ O QUE EU PEDI. ELA ABRAÇAVA MEUS PÉS, E LAMBIA. TAVA MUITO BOM. EU NA CASA DO EX DELA, TENDO OS PÉS LAMBIDOS POR UMA UNIVERSITÁRIA PATRICINHA, MUITO GATINHA. ELA CHUPAVA OS DEDOS, CONVERSAVA, MAS SEMPRE ME DEDICANDO AOS MEUS PÉS. EU FIQUEI DE PÉ, VIREI DE COSTAS PARA ELA. DOBREI A PERNA, APOIEI O JOELHO NO SOFA, E MANDEI ELA LAMBER. ELA FICOU DE QUATRO, ATRAS DA MINHA SOLA E COMEÇOU A LAMBER MINHA SOLA. ELA LAMBIA COM FORÇA. TAVA DELICIOSO, EU ME VIRAVA PARA OLHAR. ELA PARECIA UMA CACHORRA DE QUATRO NO CHÃO LAMBENDO MINHAS SOLAS. ELA LAMBIA SEM PARAR, SEM AS MÃOS E COM FORÇA. EU TROQUEI O PÉ E ELA MANTEVE O RITMO. LAMBIA GOSTOSO DE MAIS. ME CONTORCIA ATÉ ONDE PODIA PARA VER. VIA AQUELE ROSTINHO LINDO, COLADO NO MEU PÉ, E SUA LINGUA NA MINHA SOLA. TAVA TARADO. ELA SENDO PUTINHA COMO NUNCA TINHA SIDO NAQUELA CASA, E SERIA AINDA MAIS. PEDI PARA IRMOS PRA CAMA. ELA ME LEVOU PELAS MÃOS. CHEGUEI LA, SENTEI NA CAMA E MANDEI ELA DEITAR NO CHÃO. ELA OBEDECIA. MANDEI ELA POR A LINGUA PARA FORA, E COMECEI A ESFREGAR MINHAS SOLAS NA LINGUA DELA. ELA MANTINHA A LINGUA BEM PRA FORA E ESFREGAVA COM FORÇA. MANDEI ELA LAMBER, E ELA LAMBIA O PÉ TODO, SEGURAVA E LAMBIA. DEITADA NO CHÃO, ABAIXO DAS MINHAS SOLAS. AGORA NA CAMA DO EX DELA, EU DAVA AS ORDENS. EU DEITEI E MANDEI ELA VIM. SEGURAVA O PAU E ELA SABIA O QUE FAZER. DEITOU, POS MEU PAU NA BOCA E COMEÇOU A LAMBER. EU LAMBIA OS PÉS DELA. ELA CHUPAVA, LAMBIA, E EU ME DIVERTIA NOS SOLAS DELA. ELA QUERIA DAR O CÚ. PEDIU A CAMISINHA. EU PEGUEI, MAS ANTES MANDEI DEITAR. ELA DEITOU E EU ENFIEI ...
«12»