1. Perdi Aposta, chupei meu primo


    Encontro: 11/06/2021, Categorias: Incesto Autor: ogrinch22, Fonte: ContoErotico

    Tenho muitas coisas escritas, essa é uma delas uma quase fantasia, que já é quase realidade.
    
    _________________________________
    
    Pedro não queria mais ser virgem.
    
    Via os animais de sua fazenda fazendo sexo uns com os outros, pareciam gostar daquilo, e então tinham filhotes, mas ele não queria filhotes, apenas queria perder a maldita virgindade que o fazia ser motivo de piada na escola e em seu grupo de amigos.
    
    Ele resolveria aquilo naquele dia, apenas precisava saber como.
    
    Acordou cedo e muito motivado, apertou seu pau por cima da calça jeans surrada, colocou na cabeça seu boné vermelho e nos pés a botina marrom que era de seu pai.
    
    Pedro era um jovem magro, a pele meio manchada pelo sol, o que fazia o parecer bronzeado, os cabelos castanhos-claro grandes e bagunçados por baixo do boné o davam algum charme, os olhos eram seu ponto diferencial, verdes clarinhos, puxou da família de seu pai que diziam ter descendência alemã, os lábios eram finos mas rosados e meio secos, ele estava disposto a mudar a sua situação sexual.
    
    Jogou a mochila velha às costas, pediu a benção de sua mãe ao passar pela cozinha e disse que voltaria tarde, a mãe não se preocupava, o menino conhecia aquela fazenda como ninguém.
    
    Pedro passou pela casa de Caleb, seu primo e melhor amigo, ele sabia que Caleb também era virgem e iria tentar convencer o adolescente a resolverem isso juntos.
    
    – Aô Calebs, - saudou ao ver o primo varrendo a entrada do pequeno casebre que morava com seu pai, Caleb acenou de volta - Bora pro rio?
    
    – Bora mano, deixa só terminar aqui e vestir uma camisa.
    
    Pedro apenas acenou e se sentou ali na porta a espera.
    
    Passou a observar os movimentos do outro garoto, Caleb era mais alto e mais corpulento, tinha a pele negra e brilhante de suor, o rosto de bochechas gordas era preenchido por olhos negros e lábios grossos e meio arroxeados, o nariz achatado o dava uma beleza diferente daquela região, Pedro molhou os lábios ao olhar para a bunda do primo, parecia quase uma bunda feminina.
    
    – Tá surdo, porra? - Caleb gritou chamando sua atenção, ele desviou o olhar de sua bunda e olhou para o rosto suado do garoto, - Ja acabei, espera um pouco aí e já vamos.
    
    – Tá bom primo.
    
    Pedro se sentiu constrangido mas se levantou e bateu a poeira que ficou em sua calça, viu o primo sair de casa e bater a porta, vestia agora uma bermuda jeans suja de terra e uma camiseta da seleção brasileira, nos pés uma botina.
    
    Enquanto andavam Pedro pensava em como abordar o assunto com o outro menino que seguia calado.
    
    – Primo, tu já, fez? - Perguntou de cabeça baixa e o outro não entendeu - Sexo, porra, já fez?
    
    Caleb desatou em uma risada, entendendo onde o primo queria chegar.
    
    – Já - Pedro se espantou, não esperava por essa resposta - Meu pai me levou no Dona Dite, pagou uma mulher pra eu virar homem.
    
    Caleb falou em uma naturalidade tão grande que Pedro preferiu não dizer mais nada.
    
    Chegaram ao rio e deixaram na pedra mais próxima as ...
«123»