1. Enfim, um pinto entrou no meu cu


    Encontro: 21/07/2021, Categorias: cu, Anal bi feminino, Menage, Heterossexual Grupal Autor: Bia da perereca sapeca, Fonte: CasadosContos

    Continuando o conto Eu, mana e prima, que foi narrado pelo Novinho do pinto duro.
    
    Era um momento de muita tensão, eu sentia aquela coisa comprida e enorme que meu primo tem querer entrar no meu buraquinho do fundo, só que o tesão era tão grande que eu fui relaxando, eu piscava muito o meu cu que ia sendo alargado por aquele pedaço de carne que ia entrando, ás vezes doia e eu gritava e ele parava pra depois voltar, a Anne fazia carinho nas minhas tetinhas e também dava as delas pra eu chupar pra eu relaxar, além de dar beijos no meu rosto.
    
    Anne: Relaxa minha linda.
    
    Uma mão do Léo já bolinava minha perereca, com isso foi ficando mais fácil eu ceder, e cada vez eu sentia a cabeça em uma parte mais profunda da minha porta de trás, minhas pregas já cediam, e foi entrando, entrando, entrando, uuhhhmm, a pressão que aquele negócio intrometido fazia ao preencher meu cuzinho era tão bom, mas tão bom, mas TÃO BOM, eu já me soltei de vez, a piroca entrou com tudo e senti meu fundo ser cutucado, me dei conta que eu tinha uma pirocona INTEIRA dentro do cu, mas era bom, mas bom, uma deliciosa carne crua que eu comia pela boca de trás, dei um grito.
    
    Eu: OOOOOHHHH.
    
    Léo: Tá doendo?
    
    Eu: So mete.
    
    Eu estava enfim no paraíso, a coisa que eu mais gosto do mundo estava toda dentro da minha parte mais íntima e profunda, eu sentia o vai-vem esfregando as paredes do meu cu e percebi como o cu é sensível, AI QUE DELÍCIA, eu trancava meu cu pra sentir mais gostoso aquele troço todo, AAAHHHH.
    
    Eu: AAAAAAAAAHHHHHHHH ÁÁÁÁAAÁHHHH AAAHHHHHHH QUEEEEE BOOOOOOOOMMM.
    
    Foram alguns minutos de alto prazer até que pela primeira vez senti meu cu encher de gosma deliciosa, a Anne me deu parabéns e me beijou.
    
    Anne: Viu como é bom.
    
    Eu: Nossa, nunca imaginava que no cu era tão bom assim, mas eu ainda quero gozar.
    
    O Léo, delicioso como ele é, me pegou e me deitou pra deitar em cima de mim e esfregar aquele cacetão que a poucos minutos estava no meu cu no meu grelo, sim, só isso, não me comeu, mas esfregou tão gostosinho meu grelo enchado e sensível que o prazer foi muito grande e gozei rapidinho.
    
    Eu: ÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁHHHHHHH.
    
    Jorrou porra deliciosa na minha barriga, por fim nós três ficamos só nos chupando em triângulo, começou comigo chupando o pintão delicioso do meu primo e a Anne me dando um banho de língua na buceta com a dela na cara do Léo, e assim foi trocando em todas as combinações dos três possíveis até todo mundo estar tudo lambuzado de porra e melzinho, fomos os três juntos tomar banho.
    
    Até mais pessoal. 
«1»