1. OS AMANTES DE OUTRA VIDA – PARTE 3 FINAL


    Encontro: 24/09/2021, Categorias: Anal Primeira Vez / Adolescentes Fetiches Carinho, forte, Casal, Sexo, Heterossexual Autor: Lena Zimerman, Fonte: CasadosContos

    Eu já estava me acostumando a falar e ver o Lucas dia sim dia não, tivemos que passar umas semanas sem nos vermos pois, tinha que me lembrar das minhas e das nossas responsabilidades, não pensei que um cara que eu conhecia a o quê, 6 meses, estaria se tornando alguém tão presente na minha vida. Senti que por parte dele o sentimento era recíproco, até por que todos os dias nos falamos e nem sempre o assunto era sexo, variávamos e falavamos sobre tudo, de decoração de apartamento até a criação de filhos. Nos víamos com frequência pra irmos pra oca mas, sempre que possível ele me dava uma carona, quando eu não ia de carro. O aniversário dele estava chegando e marcamos de nos ver com um pouco mais de calma, pedi pra que ele liberasse a agenda dele que eu iria dar um jeito de liberar a minha também, pra passarmos uma tarde juntos. Como eu sabia que se ele ou eu levasse algum presente pra casa, levantaria muita suspeita então, comprei uma taça de chopp pra ele e, uma lingerie nova.
    
    Me preparei e seguimos rumo ao nosso encontro. Já estavamos a quase 1 mês sem se ver e, sem as caronas também que tinham diminuido devido reuniões de ambas as partes. Fomos rumo a oca e decidi fazer um streep pra ele no carro, enquanto ele dirigia eu tirei minha calcinha, abri os botões da minha blusa e, fiquei tocando o pau dele por cima da calça, sei que era um risco ele virar pro lado e causar um acidente mas, que loucura não faz parte da vida? Quando chegamos na oca, só deu tempo dele abaixar o toldo do estacionamento, ele me jogou na parede, levantou minha saia e me deu um tapa de mão cheia. Deu um gemido de prazer…
    
    -Você gosta né… Fica me atiçando no carro da nisso… Fica de 4 agora no capô do carro.
    
    Fui a caminho do capô com a saia levantada, um salto alto e correndo o risco de alguém passar no corredor e ver…
    
    -Quente! Tá quente…
    
    -Sim eu sei que tá mais, a sua boceta está mais… Só que não vou comer ela agora, vou fuder esse cuzinho e sem dó nem piedade! Olha só tá toda melada, nem vou precisar chupar esse cuzinho agora…
    
    Meteu o pau dele. Gritei de dor e prazer o que me deixou maluca… Ele tirou e começou a fazer o oral que ele, só ele sabia fazer…
    
    -PQP nem precisou tá vendo, de tão melada que você está… Sobe agora!
    
    Subi as escadas e fui pro banheiro, quando ele chegou eu disse:
    
    -Tira a roupa e fica só de cueca na cama, tenho uma surpresa pra você.
    
    Troquei de roupa e coloquei uma cinta liga preta, calcinha bem pequena que realçava minha bunda e um sutien legal combinando com a calcinha…
    
    -FELIZ ANIVERSÁRIO!
    
    -Meu Deus, não poderia ter presente melhor!!! Chega mais perto, deixa eu ver meu presente melhor.
    
    Ele me girou analisando e beijando cada pedaço do meu corpo, aos poucos foi desembrulhando o presente e, descobrindo o que ele já sabia que tinha por baixo. Deixei que ele guiasse os passos do que faríamos e, como sempre faríamos o que ele quisesse.
    
    Como sempre o sexo que fizemos foi sobrenatural.
    
    Haviamos pedido uma suite com ...
«12»