1. Viciada no pau do papai


    Encontro: 26/09/2021, Categorias: Incesto Heterossexual Autor: CadelaDoPapai, Fonte: CasadosContos

    Meu Nome é Anna e vou contar como acabei viciada no pau do meu pai.
    
    Vou me apresentar, sou muito branca, do tipo que dizem ser cor de leite, cabelos pretos ondulados, tenho 1,62 de altura e meu único atributo que realmente chama a atenção são meus peitos, que são muito grandes, sempre recebia comentários ou brincadeiras a respeito deles.
    
    Na época eu tinha 18 anos e estava terminando o ensino médio, meu pai sempre foi um homem muito carinhoso e protetor, e por isso era muito rígido comigo, ou até ciumento mesmo, não deixava eu usar certas roupas ou dormir fora de casa. Muito menos ter um namorado, é claro que isso não me impedia de ficar com os garotos sem que ele soubesse, na época eu estava ficando com um carinha da minha sala, o nome dele era Vitor, eu estava apaixonadinha por ele e certo dia comentei que minha mãe iria viajar pro interior e eu ficaria o dia todo sozinha em casa pois eu não poderia ir porque tinha a escola e meu pai passava o dia no trabalho, ele era dentista, não deu outra e logo Vitor me convenceu a deixar que ele fosse la em casa, acabei topando e logo no primeiro dia ele foi comigo depois da aula, eu sabia que a casa já estaria vazia, estramos e ficamos conversando e nos beijando, o clima foi esquentando e ele começou a passar a mão nos meus peitos, dizendo como eram deliciosos de apertar, acabamos subindo pro meu quarto e eu tirei toda a minha roupa e ele as dele e já veio me beijando, depois de um tempo eu sentei por cima dele, enquanto masturbava o pau dele, que não era la muito grande e ele chupava meus peitos, quando olhei de lado pra porta aberta tava meu pai la parado, olhando a gente com cara de quem não acreditava no que tava vendo, eu sai de cima do Vitor assustada e me cobri com um lençol, Vitor tentou começar a explicar a situação, também já se vestindo e meu pai gritou mandando ele calar a boca e sair da nossa casa, Vitor desceu correndo só de calça sem nem falar nada e meu pai ficou me encarando. Eu tava gelada de medo e tentei dizer alguma coisa.
    
    -Pai não é nada que o
    
    -Cala boca sua puta, eu vi bem oque tava acontecendo aqui.
    
    Eu tava em choque ouvindo meu pai me tratar daquela forma.
    
    --Pai por favor eu juro que foi a primeira vez.
    
    -Não minta pra mim, do jeito que estavam aquele moleque deve tá cansado de comer você.
    
    Eu baixei a cabeça envergonhada.
    
    -Eu juro que não.
    
    -Cala a boca e desça comigo. Ele mandou e eu saí enrolada no lençol, descemos e fomos até a sala, meu pai sentou no sofá e mandou eu deitar de barriga por cima das pernas dele, eu tentei dizer algo mas ele gritou dizendo pra eu não desobedecer que o castigo seria pior. Então ainda enrolada na toalha eu fiz oque ele mandou. Eu estava com muito medo e senti ele puxar o lençol e tentei segurar.
    
    -Pai oque o senhor ta fazendo?.
    
    -Tira esse lençol que ele ta com cheiro daquele moleque, você vai apanhar e é sem roupa, igual sem vergonha que é oque você é. Eu tentei falar alguma coisa, mas quando meu pai mandava era ...
«1234»