1. Prometo, papai


    Encontro: 11/10/2021, Categorias: Gay / Homossexual Incesto Primeira Vez / Adolescentes Autor: ArnoG, Fonte: ContosEroticosCnn

    Me chamo Arnaldo, tenho 34 anos, hoje sou solteiro e com um filho de 8 anos pra criar, a mãe não queria essa responsabilidade e eu aceitei de bom grado esse presente, sim, considero meu filho Willian um presente. Sempre tive planos pra ele nessa nossa relação de pai e filho, e à alguns anos atrás eu botei em prática com sucesso esses planos, hoje Will é a minha putinha, sabe cuidar do pau do papai como ninguém, adora o sabor da minha porra, já está com o cuzinho aberto e ama sentar nos meus 19cm de rola e ficar rebolando. O olhar sincero de amor verdadeiro que ele me dá enquanto está entre minhas pernas chupando meu pau todo final de dia, após um dia cansativo de trabalho, faz tudo valer a pena. Mas não vim aqui contar minha história com o meu filho, vim contar sobre um fato que aconteceu conosco um tempo atrás, Will tinha 7 anos nessa época e já estava levando minha rola no cuzinho. Vou contar como encontrei um outro pai que também curte o filhinho da mesma idade do will numa praia.
    
    Sei que vocês querem que chegue logo a parte da putaria, juro que vou resumir ao máximo a história pra chegar logo lá. Eu estava de férias nessa época, sempre curtir viajar pro litoral junto com o meu bebê safadinho, entrava na olx e sempre tinha casas pra alugar nas praias, eu gostava de praias mais vazias, mais afastadas, e a praia de Castelhanos em ilha bela era perfeita, pegamos a balsa em São Sebastião, seguimos de carro até o parque estadual de ilha bela, e tinha mais uma estrada de 15km de cascalho até a praia e o Will foi brincando no meu pau por todo o percurso. Chegamos cedinho, e tínhamos que voltar depois das 15 horas, horário de retorno da estrada do parque (entrada até as 14 horas, e retorno liberado à partir das 15 horas). Chegando lá na praia, nos afastamos da área dos quiosques e fomos para a área das pedras na costeira sul, queria um lugar pra comer o will e curtir a natureza e lá está sempre deserto. Mas não nesse dia, encontramos por lá um homem com seu filho, na hora meu sexto sentido apitou, esse cara deve estar aqui pelo mesmo motivo que nós…
    
    “Oi, bom dia!” Cumprimentei os dois, o menino essa simpático, sorriu pra nós, já o pai estava um pouco nervoso. “Bom dia” ele respondeu. Eu sabia que nesse mato tinha coelho, começamos a trocar idéia, conversar bobagens e ele foi relaxando. Seu nome era Ulisses, 29 anos, e o menino era Rafael de 7. Estávamos todos de sunga, eu e ulisses sentados nas pedras vendo os garotos brincando.
    
    “Nossa, seu filho é muito lindo, loirinho, olho claro…” elogiei o Rafael, nessa hora o ulisses me olhou surpreso e percebeu o volume na minha sunga, dei um sorriso safado pra ele e ele voltou à ficar nervoso outra vez. “Will, vem aqui passar protetor” chamei o meu filho que veio correndo pra mim, “senta aqui no colo do pai que eu vou passar protetor solar em você”, Ulisses ficou assistindo a cena do Will sentando em cima do meu pau duro dentro da sunga, dei outro sorriso safado e pisquei pra ele enquanto passava ...
«123»