1. Meu marido queria muito, resolvi atender seus desejos... - Editado


    Encontro: 13/10/2021, Categorias: Traição / Corno Autor: dudusaint, Fonte: ContoErotico

    Meu nome é Lídia, há anos sou leitora assídua de contos eróticos, mas só agora decidi contar minha história.
    
    Tenho 40 anos, a mesma idade de meu marido, fogoso e que, até então, me comia muito gostoso para o que eu acreditava ser um sexo maravilhoso.
    
    Após mais de 20 anos juntos e três filhos, meu casamento continuava o mesmo, sem graça, sem motivação, sem novidades.
    
    Meu marido não me procurava mais, o que também já não fazia diferença, pois não sentia muito desejo pelo sexo.
    
    E, para dizer a verdade, o sexo nunca foi uma coisa espetacular para mim.
    
    A rotina conjugal foi abalada quando, um dia, meu marido falou comigo francamente e disse que gostaria de dar uma sacudida em nosso casamento.
    
    - Como assim?
    
    Foi o que pensei.
    
    A resposta veio de imediato, quando ele revelou que queria me ver trepando com outro homem.
    
    Transtornada, recusei pronta e decididamente a proposta dele.
    
    Não adiantou.
    
    Passaram-se os dias e meu marido não parava de insistir na sugestão.
    
    A persistência dele me levou a pensar melhor na ideia e achar que aquilo poderia ser muito excitante.
    
    Apesar da idade, ainda me considero uma mulher bonita e com um corpo bastante atraente.
    
    Aliás, nunca me descuidei da minha forma física: tenho seios médios e a bundinha arrebitada, o que deixa os homens bem louquinhos.
    
    Eu sempre soube disso, mas até aquele momento nunca havia dado atenção às cantadas.
    
    Para mim, meu marido era o único homem da minha vida.
    
    Mas o fato é que a partir daquela proposta nossas relações esquentaram bastante, com meu marido fantasiando sempre que eu estava com outro.
    
    Tentada por essa ideia maluca, passei a me cuidar mais ainda.
    
    Passava toda semana no cabeleireiro e frequentava aulas de ginástica na academia.
    
    Mas, ao mesmo tempo em que me entusiasmava, passei a notar certa insegurança em meu marido.
    
    Quando notou minha mudança, passou a comentar que não era sério aquela história de amante, que a inventara apenas para esquentar nosso casamento.
    
    A questão é que eu já estava envolvida naquele pensamento e ficava imaginando como seria uma transa dessas.
    
    Minha fantasia passou a ganhar contornos de realidade na festa de aniversário do nosso filho, quando quem ganhou o melhor presente fui eu.
    
    Convidamos vários amigos, inclusive o Júlio, um rapaz que morava no andar de baixo, colega da faculdade de meu filho e que estava sempre aqui em casa.
    
    Muitas vezes ele ficava sozinho comigo em minha casa quando chegava mais cedo da faculdade.
    
    Eu já havia notado que havia algo mais do que uma amizade com meu filho, sentia que ele tinha um interesse muito especial por mim.
    
    Sempre achei Júlio um rapaz muito bonito.
    
    Confesso que não foram poucas as vezes em que fantasiei coisas incríveis com ele.
    
    Mas foi durante a festa que nossos desejos se revelaram mais claramente.
    
    No salão de festas, Júlio ajudava em tudo, como se fosse ele mesmo o dono da festa.
    
    Num dado momento, ele se ofereceu para pegar mais ...
«1234»