1. Enquanto o namorado dela trabalhava... 10 minutos de muito sexo e adrenalina...


    Encontro: 14/10/2021, Categorias: putinha, Oral Traição / Corno adrenalina, safada, Primeira Vez / Adolescentes Heterossexual Autor: Eduardo, Fonte: CasadosContos

    Boa noite pessoal do CDC. Nestes tempos de quarentena tenho relembrado algumas experiências marcantes e resolvi descrever mais essa.
    
    Todas os relatos são reais e vividos por mim. Quem quiser saber mais veja os outros que escrevi e dê sua opinião. Essa é uma histórias rápida mas quero contar em detalhes para tentar transmitir exatamente como foi excitante. Peço desculpas se ficar muito longo.
    
    Essa história aconteceu há uns 5 anos, quando eu tinha meus 30 anos. Conheci Sara em uma festa no apto de um amigo, na Vila Madalena em SP. Era uma festa com muitas turmas diferentes e eu conhecia umas 2 ou 3 pessoas das quase 20 que estava na festa. Eu estava solteiro e fui um dos primeiros a chegar para ajudar na arrumação das coisas e comecei a tomar umas cervejas, por volta do meio dia de um sábado. Umas 14h os convidados começaram a chegar e a festa ficou mais animada. Quando Sara chegou, até então sozinha, ainda tinha pouca gente na festa.
    
    Preciso descreve-la: 23 anos, morena, peitos bem grandes, bunda tamanho normal, um pouquinho acima do peso mas ainda assim deliciosa, e uma cara de safada que te encara com um sorriso no rosto que te deixa louco. Morava com o namorado ali perto (coisa que descobri mais tarde).
    
    Uns 10 minutos depois que ela chegou meu amigo chegou pra mim e comentou que ela perguntou quem eu era, pois ela nunca tinha me visto lá. Já começou a me sacanear que diziam as más linguas que pra encara-la na cama tinha que ir com bastante disposição rs. Fiquei na minha, nas poucas oportunidades que tive troquei algumas palavras apenas para bater papo. O tempo todo nos encarávamos, eu já pensava em uma forma de partir pra cima, mas estava esperando a oportunidade. Para minha surpresa, umas 2 horas depois, chega seu namorado, com quem ela morava. Fiquei surpreso e até desanimado pois já estava imaginando que a noite poderia ser muito boa. Mas a chegada do namorado foi um banho de água fria.
    
    Continuamos na festa, bebando bastante e nos encarando o tempo todo, mesmo com o namorado dela do lado, sem perceber nada. No final da festa fui embora e, chegando em casa, comecei a procura-la nas redes sociais. Logo encontrei no face e enviei convite. Logo ela me adicionou e começamos a conversar. A conversa logo esquentou mas ela disse que precisava desligar pois o namorado estava chamando. Antes de desligar eu pedi seu telefone para adicionar no whatsapp e ela me passou.
    
    No domingo continuamos trocando mensagens, sempre com conteúdo sexual, mas sem passar de alguns limites. Eu estava maluco de tesão por ela, mas imaginava que não daria em nada.
    
    Não trocamos mais mensagens segunda e terça, até que na quarta ela me manda msg no meio do dia. Começou a me provocar, dizendo que estava um pouco carente...
    
    Sara: Tô com pensamentos imprórpios......
    
    Eu: hummm posso saber?
    
    Sara: Não posso contar... mas tô com muita vontade....
    
    Eu: Vontade do quê?
    
    Sara: De te chupar...
    
    Eu: Cuidado com o que você fala... está brincando com ...
«123»