1. Na boate gay ( Final )


    Encontro: 14/10/2021, Categorias: Gay / Homossexual Autor: casadoecorno45, Fonte: ContoErotico

    Bom dia pessoal , estou aqui para escrever a continuação do conto anterior.
    
    Paguei a corrida pro taxista e adentramos no apartamento do Maurício. Ele já foi se despindo ficando totalmente nu. Quando eu vi aquele homem totalmente pelado eu me assustei , seu pinto era enorme , passava fácil de 25 cm e era grosso com certeza faria um estrago no meu cuzinho.
    
    -- Ei o viadinho vai ficar aí parado , vamos tira essa roupa rápido , que quero dar um trato nesse corpinho.
    
    -- Não vou tirar nada , estou indo embora , olha só o tamanho do seu pinto , vai me arrombar e tirar todas as pregas do meu cu.
    
    Maurício veio em minha direção , me pegou pelo pescoço e me pressionou contra a parede.
    
    -- Ei você é viadinho. Viadinho não discute , só obedece. Outra coisa você veio porque quis e mais ainda viadinho nasceu para ser arrombado e eu vou te arrombar quer você queira ou não. Se não me obedecer vou rasgar toda sua roupa , comer seu cu e vai voltar pelado pro hotel.
    
    Pensei em não obedecer , mas voltar pelado pro hotel isso eu não queria. Resolvi então me despir , quando tirei minha calça , apareceu a calcinha que estava usando. Levei 2 tapas na minha cara.
    
    -- O que é isso agora? Homem usando calcinha? Apesar que você não é homem. Homem que é homem não dá o cu. É a primeira vez que vou comer o cu de um homem que usa calcinha. Vem cá , chupa meu pinto que a gente já perdeu tempo demais.
    
    Tive uma enorme dificuldade para colocar aquela monstruosidade na minha boca , com muito jeitinho a cabeça daquele pinto adentrou minha boquinha. De repente Maurício tenta enfiar seu pinto garganta adentro , pressionou minha garganta , estava engasgando , tirou seu pinto pra fora e tentou de novo. Ficou nesse vai e vem por alguns minutos até que conseguiu enfiar seu pinto quase inteiro na minha garganta. Chegou a sair lágrimas dos meus olhos.
    
    -- Boa menina , você é a primeira que consegue fazer garganta profunda comigo , tenho certeza que seu cuzinho vai receber meu pinto todo dentro.
    
    Tirou minha calcinha e me levou ao seu quarto , mandou eu ficar de 4 e começou a lamber meu cuzinho. Nossa que delícia de lambida , meu pipizinho até ficou durinho.
    
    -- Não adianta seu pipizinho ficar duro , aqui não tem nenhum buraco pra ele.
    
    -- Não se preocupe ele não entra em nenhum buraco faz muito tempo.
    
    -- Mas deixa eu tirar uma dúvida , você é casado?
    
    -- Sou casado , mas não como minha mulher.
    
    -- Como assim? É casado com uma mulher e não come a mulher?
    
    -- Isso mesmo , ela deixou claro quando casamos. Ela sai com quem ela quiser e eu saio com quem eu quero. Por isso estou aqui. Para de falar e me come de uma vez , não estou aguentando de tesão.
    
    Maurício lambuzou seu pinto e meu cuzinho de lubrificante e foi enfiando pouco a pouco aquele monstro de pênis no meu cuzinho. Quando a cabeça do pinto passou , não aguentei e gozei , não sei se foi de dor ou tesão , aproveitei e mordi o travesseiro da cama.
    
    Senti meu pobrezinho cu sendo rasgado por dentro e ...
«12»